Buscar
  • Hollun

Sua marca quer falar com muitos? Crie para um só.

Christina Carvalho Pinto*

De repente, lá estou eu como alvo da comunicação de uma marca e não consigo me ver retratada por ela. Parece que tem um estrangeiro me descrevendo, criando um cartão postal de mim.

Ou então me vejo não como indivíduo, mas como parte de uma colagem de um retrato grupal, superficial.

Da mesma forma, de repente a linguagem de uma marca vai direto ao fundo do coração: de 0 a 100 numa fração de segundo. Não conversa com meu perfil, minha cultura, meu sexo ou classe social: conversa com o que há de mais humano em mim. Me toca e isso é tudo.

Para conversar com todas as culturas do mundo, o segredo é criar para uma única pessoa. Ao tocar um único ser humano, tocamos todos os seres do mundo.

A verdadeira comunicação fala todos os idiomas, perpassa todas as culturas e não precisa ser explicada.

Você assiste um filme iraniano e se comove às lágrimas. Olha para um quadro chinês e fica extasiado. Sabe por quê? Quem criou, criou para você. Só para você. Só para mim. Só para o Alain, a Maricota, o Stravos, a Leslie, o William, a Fu Hau, o Wolfgang, a Diva... só para um.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CULTURA E MARCA: CONECTAR OU MORRER!

Christina Carvalho Pinto e Paulo Monteiro O velho marketing está se aposentando, preparando seu adeus à era da ilusão, palavra que na origem latina está ligada à ironia e deboche. No frenesi do consum

LIDERAR É ATREVER-SE A MORRER

Paulo Monteiro Essa frase é defendida por um grande estudioso e consultor de liderança, Ronald Heifetz, da Escola JFK de Harvard. Ela traz uma das essências do que é liderar, algo muito pouco menciona

©2020 por hollun. Orgulhosamente criado com Wix.com